Vendas no Varejo – Crescimento em Agosto de 2010



  

A alta na renda da população, o aumento do número de empregos pelo país desde o início deste ano e a desvalorização do dólar ante o real impulsionaram as vendas no varejo. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a ascensão chegou a 2% entre agosto e julho e 10,4% em relação ao oitavo mês do ano passado.

Coordenadas enunciadas pelo IBGE em matéria veiculada pela agência de notícias Reuters apontam que a comercialização no varejo brasileiro conquistou, com a percentagem, o melhor resultado para um mês de agosto desde 2000, ano em que a série histórica foi iniciada. Para Reinaldo Pereira, economista do Instituto, a desvalorização da moeda norte-americana é importante, pois por meio dos importados mais rentáveis, o equilíbrio de preços tem considerável contribuição.





Outro ponto positivo observado por Pereira são as variáveis emprego e massa salarial, que permanecem como cruciais motivadores para o aumento das vendas. Como exemplificador, o economista observa o efeito do dólar em hipermercados e supermercados, eletrodomésticos e móveis, tornando cada item importado mais barato.

Por Luiz Felipe T. Erdei



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *