Programa Minha Casa, Minha Vida – Meta no Rio de Janeiro



  

O programa habitacional do governo, “Minha Casa, Minha Vida”, teve suas realizações contestadas há poucas semanas por veículos de comunicação impressos de grande circulação, que assinalaram menor número de entregas correspondentes ao intento em relação aos dados divulgados pela Caixa Econômica Federal. Mesmo assim, com contestações para lá, afirmações para cá, o acesso às moradias por famílias de baixa renda continua crescendo.

Para Nelma Souza Tavares, superintendente regional da Caixa Econômica do Rio de Janeiro, as taxas de juros mais amenas, o ingresso de várias pessoas à classe C e o aumento da demanda de imóveis são os principais fatores determinantes à utilização dos benefícios concedidos pelo governo.

Veja também:  Aplicativo para Ver Saldo do FGTS - iPhone e Android

O escopo do MCMV para o Estado, até o final de 2010, é a contratação de 74.657 imóveis, com orçamento estimado em R$ 4,8 bilhões. Contudo, entre operações já acordadas e a convencionar, já existem mais de 96,6 mil unidades em questão, das quais realmente ajustadas figuram 36.769 (ou 49,3% da meta estimada)





Em reportagem veiculada pelo portal R7, Nelma afirma que o objetivo traçado anteriormente será alcançado e superado; se tudo correr bem, em 130% ao estipulado anteriormente.

Para o ano que vem o governo vigente almeja deixar engatilhada a segunda fase do programa, cuja qual abarcará mais de 2 milhões de habitações pelo Brasil.

Por Luiz Felipe T. Erdei



Veja também:  Aplicativo para Ver Saldo do FGTS - iPhone e Android

2 comentários em “Programa Minha Casa, Minha Vida – Meta no Rio de Janeiro

  • Estão sabendo de alguma notícia referente ao cancelamento do subsídio para o 3-10?

    Há mais de 10 dias que ele está cancelado em algumas cidades de Minas e Mato Grosso do Sul e agora também no Paraná.

    O Simulador do site da CEF continua mostrando normalmente, mas todos os pedidos que estão dando entrada estão sendo negados. A notícia dada aos compradores é que o incentivo acabou.

    Falei com o gerente geral da caixa de Colombo Pr e lá ainda está valendo, mas em União da Vitória não existe mais. Tive informação de que em Palmas/PR ele também está sendo negado e sequer estão informando o motivo para compradores e construtoras.

  • Bom dia amigos
    Com relaçao ao comentario do amigo Nilmar !
    Aki em Curitiba nao conseguimos mais ter acesso, e a caixa esta negando os pedidos. Pois estou tentando a mais de uma semana e nao consigo . Abraço
    Anderson

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *