Economia Brasileira – PIB e FBCF – Crescimento em 2010 e 2011

  

  

O momento econômico pelo qual o Brasil atravessa tem permitido a população sonhar mais alto, pois as medidas de incentivo vigentes até o final do primeiro trimestre de 2010 concederam acesso a bens duráveis, tais como aquisição da casa própria e veículos automotores. Ok, o período não abarca somente essas duas esferas, mas elas já são base para análises mais aprofundadas.

O Produto Interno Bruto (PIB) do país atingiu, nos três primeiros meses do ano em vigência, expansão de 9% em confronto anual, reflexo da superação brasileira ante a crise financeira econômica global. Luciano Coutinho, presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), acredita que em 2010 a economia crescerá 7,2% e em 2011, 4,5%.


Para Coutinho, segundo retratação emitida por meio do Estadão, a Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) também deverá atingir níveis altos, de aproximadamente 21% neste ano e 9% em 2011. Acredita ser importante, também, o atual ritmo de ampliação dos investimentos, pois esses impulsionam a evolução do Brasil.

Com relação aos investimentos totais na economia do país em detrimento ao PIB, Coutinho prevê ascensão de 19%, 2,3% superior ao constatado no ano passado.

Por Luiz Felipe T. Erdei

  

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *