Mercado Interno Brasileiro – Crescimento nas Vendas



  

O crescimento da atividade econômica do Brasil é um assunto que se estende desde alguns meses atrás até a atualidade, justamente devido à postura adotada pelo governo e pela população brasileira, a última, que se aproveitou dos benefícios fiscais para adquirir bens. Fogões, geladeiras e máquinas de lavar (linha branca) participaram de todo o processo, mas não em sua totalidade, porque o setor habitacional também alavancou bons percentuais ao Produto Interno Bruto (PIB) – mais alguns exemplos podem figurar.

Durante a Copa do Mundo da África o país do futebol e todos os brasileiros que por aqui ficaram dispensaram montante considerável para comprar televisores, pois o comércio soube muito bem aproveitar o clima de euforia para angariar mais lucros. E se o assunto é eletroeletrônico, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) o faturamento do segmento ascendeu 18% nos seis meses iniciais de 2010 ante o período igual do ano passado.

Veja também:  Fnac anuncia Saída do Brasil




Mesmo com o mundial de futebol as categorias que mais conseguiram alta nas vendas foram os de utilidades domésticas, com crescimento de 42%, e de equipamentos industriais, com expansão de 29%. O mercado interno, segundo menção da Abinee em reportagem veiculada pela Folha UOL, foi o percussor do desempenho positivo, pois as empresas ainda encontram certa resistência na exportação.

Por Luiz Felipe T. Erdei



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *