Pesquisa Focus – Redução de vários Índices da Economia Brasileira em 2010



  

A economia brasileira vive um momento considerado bom com crescimento efetivo, sustentável, controle razoável da inflação que se mantém dentro das expectativas, embora um pouco acima da meta do governo, considerável geração de empregos e pelas projeções de diversos órgãos e índices apurados parece caminhar para um momento de acomodação em níveis satisfatórios.

O Relatório Focus, do Banco Central, que trás as projeções e expectativas do mercado financeiro revelou nesta semana que as projeções recuaram um pouco em diversos indicadores demonstrando esta acomodação da economia.

Por exemplo: a projeção para o PIB (Produto Interno Bruto), que é a soma de serviços e tudo o que e produzido no país, para 2010 caiu de 7,20% para 7,12%. Para 2011 a projeção foi mantida na taxa de 4,50%. Taxa essa que segundo o Ministério da Fazenda está acima de países ricos e também de alguns emergentes economicamente, como Rússia (4%), México (3,5%) e Estados Unidos (2,8%). Este crescimento projetado para 2011, se confirmado ficará atrás de emergentes como China (8,3%) e Índia (8,1%), que juntamente com Brasil e Rússia formam o BRIC, grupo das economias emergentes do mundo.

Veja também:  O que é Inflação e Como Funciona




Para a Selic (Taxa Básica de Juros) também o relatório Focus apresentou uma redução a ocorrer no final deste ano, passando de 11,50% para 11% ao ano. Em 2011, conforme as projeções essa tendência de redução deve prosseguir, com a economia estável, projetando-se para o fim de 2011 uma diminuição, passando de 11,75% para 11,63% ao ano.

Para a inflação, a pesquisa indica que o mercado financeiro projeta também uma redução do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) neste ano de 2010, caindo à taxa projetada de 5,27% para 5,19%, mas mantendo-se acima do centro da meta do ano que é de 4,50%. Para a inflação de curto prazo o mercado prevê para o mês de Agosto uma taxa em torno de 0,30% e para Setembro algo em torno de 0,36%.

Veja também:  Causas da Inflação

Por Mauro Câmara

Fonte: IG



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *