Aumento do PIB do Brasil em 2010 pode chegar a 7,06%



  

Estudo recente da Serasa Experian demonstra que os empresários brasileiros estão bem otimistas com relação aos lucros para este ano, fator delegável e consequente dos bons resultados adquiridos pelo país nos últimos meses. Construção civil, em especial, aguarda índices positivos, não à toa devido ao aumento de residências vendidas, ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e aos dois eventos esportivos no país (Copa do Mundo de 2014 e Olimpíadas de 2016).

Agrega-se a isso, conforme já citado inúmeras vezes neste espaço, o maior poder aquisitivo da população – embora endividamentos sejam aguardados durante o segundo semestre de 2010 – e a ampliação de investimentos em várias áreas. O Boletim Focus, enunciado pelo Banco Central (BC), avalia que a economia do país, em todo o contexto levantado nos últimos meses e na atualidade, deverá apresentar ascensão de 7,06% neste ano, taxa acima da suposta anteriormente, de 6,99%.

Veja também:  Fnac anuncia Saída do Brasil




Conforme reportagem veiculada pelo portal de economia UOL, o BC aguarda dilatação do Produto Interno Bruto (PIB) de 4,5% ao próximo ano, índice interessante se considerado que a base referencial é 2010, ocasião conhecida pela recuperação financeira diante do colapso mundial vigente entre 2008 e 2009.

Por Luiz Felipe T. Erdei



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *