Nokia prevê Queda nos Lucros com Celulares



  

A telefonia móvel é um mercado em expansão devido às novidades tecnológicas sempre com diferenciais. Celulares com câmeras compõem item quase obrigatório, tanto que adolescentes e jovens, por exemplo, portam seus aparelhos em ambiente escolar para postar, no mesmo dia, fotos posadas e de seus amigos em redes sociais. Além desse fator determinante às faixas etárias mais baixas, os planos das operadoras acarretam em bônus aos consumidores, onde um simples telefone é ofertado praticamente sem custo algum.

A Nokia, uma das empresas com maior expressão nesse nicho, informou em 16 de junho, quarta-feira, reversão na tendência de crescimento. Comunicado emitido à imprensa, inclusive ao portal de economia Terra, notabiliza que a lucratividade com aparelhos será inferior ao estimado, anteriormente, no segundo trimestre deste ano e, muito possivelmente, até o final dele.

Veja também:  Venda da Nextel Brasil para AINMT




A competição entre outras gigantes do segmento, entre elas a Apple, avalia a companhia, tem motivado esse perspectiva, característica atrelada à desvalorização do euro, atingindo, portanto, o custo dos aparelhos comercializados em todo o mundo.

Por Luiz Felipe T. Erdei



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *