Recuperação dos EUA ainda levará tempo, avalia assessor econômico de Obama



  

A crise financeira mundial foi reflexo de atitudes inconsequentes iniciadas nos Estados Unidos, quando o banco Lehman Brothers decretou concordata. Os reflexos, distribuídos durante mais de um ano, tornaram o mundo um local instável na esfera econômica, tanto que os próprios norte-americanos ainda sofrem duras perdas.

Paul Volcker, assessor econômico de Barack Obama, presidente dos EUA, afirmou durante esta semana que a recuperação da economia estadunidense demorará um tempo para ser concretizada, obrigando àquele país a trabalhar durante bons meses para enxergar resultados positivos.





Segundo ele, conforme retratado pelo portal mercado do UOL, a recessão não foi algo muito comum, tanto que há quase um ano o país tenta se recuperar. Os índices econômicos, por exemplo, é um dos fatores que levam os Estados Unidos a tentar, quase diariamente, retomar suas atividades e garantir melhor valorização do dólar no mercado global.

Por Luiz Felipe T. Erdei



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *