Apoio do Brasil ao Irã pode ser Mal Interpretado



  

As lideranças políticas de Brasil e Turquia tentaram a todo custo fazer com que o mundo reconhecesse os esforços do Irã em comprovar que seu enriquecimento de urânio tem fins unicamente energéticos, contestador às ideias dos Estados Unidos, somente para citar, que acredita na intenção de fabricação da bomba atômica por parte daquela nação.

Luiz Inácio Lula da Silva, presidente tupiniquim, a princípio tinha obtido vitória frente ao planeta em diminuir a pressão sobre Teerã, porém, uma reviravolta no caso aconteceu durante esta semana, quando o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) endureceu as sanções contra o Irã. Fernando Henrique Cardoso, ex-líder brasileiro, afirmou que a inclinação por parte do Brasil pode ser mal interpretada.

Veja também:  Tesouro Direto bate Recorde de Operações em 2016




FHC, como é muito conhecido, relatou durante entrevista mencionada pelo portal de economia UOL que a intenção inicial do país acabou por ir a outro lado durante as tentativas de negociações, restando ao Brasil ilustrar às demais nações as reais intenções iranianas.

Fonte UOL

Por Luiz Felipe T. Erdei



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *