Febraban ressalta que o Brasil precisa de novos investimentos



  

Entidades e líderes políticos comemoram com exaltação os resultados do Produto Interno Bruto (PIB) do país no 1º trimestre deste ano, elevação correspondente a 2,7 pontos percentual em comparação aos três meses finais de 2009. A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) ratificou, com base nesse indicativo, o que muitos já falaram anteriormente: o Brasil está em situação privilegiada. Entretanto, admite a entidade, a manutenção dessa escala deverá ser arcada com mais investimentos.

Em reportagem veiculada pelo portal de economia Terra, Fabio Barbosa, presidente da federação, pondera que a nação brasileira precisará deliberar sobre o tipo de crescimento pretendido, pois o nível de crescimento conquistado, por ora estimado, é de 5% anuais.

Veja também:  Como Aplicar no Tesouro Direto




A produção nacional de equipamentos e máquinas ocasionou, correlatamente, aumento na formação bruta de capital fixo em 26% no trimestre inicial de 2010 em comparação ao período igual do ano passado. De acordo com Barbosa, isso não denota superaquecimento da economia brasileira, porém, uma restrição monetária do Banco Central tem de ser energizada.

Por Luiz Felipe T. Erdei



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *