Crescimento Imobiliário – Rossi Residencial Supera Metas em 2009



  

O setor imobiliário brasileiro não sofreu, diante da crise financeira mundial, o mesmo e estrondoso impacto do segmento lá nos Estados Unidos. Mesmo assim, existiram dificuldades, já, aparentemente, superadas.

A Rossi Residencial, uma das líderes do mercado, revelou que no último trimestre do ano passado houve quebra de recorde e superação das próprias metas comerciais, bem como uma dilatação no lançamento de imóveis. Segundo a Agência Reuters, R$ 828 milhões de reais entre outubro e dezembro do ano passado foram assinalados em vendas contratadas, pouco mais de um terço do total anual, que foi de R$ 2,3 bilhões.

Esses números iniciais indicam uma grande demanda no setor. Recentemente, por exemplo, a Goldfarb passou a seduzir o consumidor brasileiro a partir de planos com ‘zero de entrada’ e pagamentos para depois da Páscoa ou, mais além, para depois de junho.

Veja também:  Salário Mínimo em 2017




O setor indica, sobretudo, o otimismo do consumidor diante da economia nacional. Assim como veículos automotores, o segmento imobiliário assinala acréscimo ou decréscimo de mão-de-obra contratada e, consequentemente, maior ascensão ou retração do Produto Interno Bruto (PIB).

Para saber um pouco mais sobre o faturamento da Rossi, acesse aqui

Por Luiz Felipe T. Erdei



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *