Para Presidente do BNDES Governo terá de Frear Gastos Públicos



  

O governo necessitará frear os gastos envoltos na manutenção da máquina pública se quiser prosseguir com seu crescimento. É o que afirma Luciano Coutinho, presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Coutinho diz que há uma necessidade, sobretudo, de outros adicionais neste ínterim, tais como reformas na Previdência Social e maior participação em financiamentos de grandes projetos por parte dos bancos privados.





O presidente do BNDES intui que essas ações são imprescindíveis para um aumento na taxa de investimentos no setor econômico. Em sua opinião, Coutinho discorre que será necessário, sobretudo, investir algo em torno de 25% do atual Produto Interno Bruto (PIB) do país, por ano, para que de fato isto ocorra.

Luciano informa, pois, que a taxa permanece estacionada em 18% na atual conjuntura, mas num ritmo de crescimento de 6% ao ano, dará à nação condições essenciais para um desenvolvimento sustentável.

Por Luiz Felipe T. Erdei



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *