Debate entre a China e a Rio Tinto irá até 2010



  

Sam Walsh, executivo-chefe para minério de ferro da Rio Tinto, assegurou que um pacto com a China em torno do contrato do minério deste ano pode ser prolongado até a próxima rodada de negociações, em 2010. Fontes ligadas à mineradora dizem que ainda esperam o reconhecimento por parte das siderurgias chinesas em torno de um acordo referencial cerrado com empresas japonesas em maio de 2009.

A China rejeitou o reconhecimento do corte de preço de 33% que a Rio Tinto acordou com as siderúrgicas japonesas, sob o argumento de que o desconto deveria ser maior. O relacionamento entre a China e a mineradora se tornaram agressivos por causa da prisão do executivo da Rio Tinto Stern Hu em julho, sob alegação de espionagem industrial.





Apesar da disputa estabelecida, Walsh certificou que a Rio Tinto tem executado suas entregas a seus clientes chineses.

Por Luiz Felipe T. Erdei



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *