FMI pode virar Espécie de Banco Central



  

Fortalecido principalmente pela crise, o Fundo Monetário Internacional (FMI) começou a se reinventar, exatamente após 65 anos de sua criação. Os intentos iniciais cerceiam a conversão do fundo em uma espécie de banco central, além de ter de cumprir uma nova função, que é a de supervisionar inúmeros mercados financeiros.

Como um banco central, terá a possibilidade de administrar um caixa comum de reservas, bem como livrar as nações integrantes do FMI da acumulação de grandes volumes de dólares e outras moedas igualmente importantes.





O conceito de constituir essas reservas, segundo Dominique Strauss-Kahn, diretor gerente do Fundo Monetário Internacional, denota um passo considerável de mecanismos de financiamento testados com sucesso durante a crise. Entre eles existe a nova linha de financiamento flexível ao México, Colômbia e Polônia, até acordos de acesso amplo e preventivo, estes, consolidados com economias em desenvolvimento.

Por Luiz Felipe T. Erdei



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *